Aplicar coloração no cabelo limpo ou sujo?

Olá!

Você vai tingir o cabelo e tem dúvidas se a tinta precisa ser aplicada no cabelo limpo ou sujo? Esse vídeo é pra você!

Eu já falei desse assunto aqui no blog, em forma de texto no post abaixo:

É verdade que o cabelo precisa estar sujo ao tingir?

Mas se você prefere assistir do que ler, é só clicar no play, miga!

Agora não restaram mais dúvidas, né?

E se restaram, já sabem: é só comentar que eu respondo!

Beijokas!

Shampoo Anti-Resíduos – Perguntas Frequentes

Olá!

Em março de 2012 eu fiz um post aqui no blog sobre shampoo anti-resíduos, explicando o que era, como e por que usar.

O post teve mais de 700 comentários e muitas deles com dúvidas que se repetem, por isso que eu resolvi fazer um novo post mas dessa vez, respondendo as perguntas mais frequentes que recebo por lá!

Vamos conferir?

1 – O shampoo anti-resíduos tira escova progressiva?

O anti-resíduos é um shampoo que tem um poder de limpeza maior que os outros e por isso, ele retira químicas temporárias, como é o caso da progressiva.

Só que esse shampoo tira pouquíssimo da química, então se usar uma vez você não vai perder todo a progressiva de uma vez só.

O que vai acontecer é que a progressiva vai sair um pouco mais rápido, isso num contexto geral.

Lavar com um shampoo anti-resíduos seria o equivalente a lavar 3 vezes com um shampoo normal. Ou seja, você vai diminuir o efeito da sua progressiva em 3 lavagens.

2 – Fiz escova progressiva e me arrependi. Posso usar anti-resíduos pra tirar? Em quanto tempo terei meu cabelo natural de volta?

Como falei no tópico anterior, o anti-resíduos vai acelerar a retirada da progressiva e você pode usá-lo caso essa seja sua intenção, mas é preciso respeitar o intervalo indicado nesse post, de acordo com seu tipo de cabelo.

Só que cada cabelo é uma sentença e usar anti-resíduos não é garantia que você terá seu cabelo natural de volta. E por esse motivo, também não dá pra saber em quanto tempo seu cabelo voltará ao normal.

Consulte o cabeleireiro responsável pela sua progressiva para que ele possa te dizer o melhor método para acelerar a retirada da sua progressiva.

3 – Shampoo anti-resíduos desbota tintura?

Sim, como ele tem uma capacidade maior de limpeza, ele acaba retirando também pigmentos da tintura.

Isso acontece principalmente com cabelos de cores que desbotam fácil como os vermelhos e acobreados. Mas novamente, é um desbotamento muito leve, não é nada que vai fazer seu cabelo perder a cor em apenas uma lavagem.

De qualquer forma, se o seu cabelo for vermelho ou cobre, use anti-resíduos com cautela, 1 vez por mês.

Se sua intenção é realmente desbotar a cor do seu cabelo, use com frequência respeitando o intervalo indicado nesse post, de acordo com o seu tipo de cabelo.

4 – Shampoo anti-resíduos retira química de alisamento definitivo e relaxamento?

Não!

O anti-resíduos não retira alisamentos e relaxamentos. Essas químicas só saem totalmente crescendo e cortando o cabelo, usar esse tipo de shampoo não vai adiantar.

5 – Tenho progressiva e quero fazer um tratamento que usa anti-resíduos. Posso fazer? Vou perder minha progressiva?

Como falei lá no início, a  anti-resíduos diminui um pouco do efeito da progressiva, mas é coisa mínima.

Usar esse shampoo em um tratamento uma vez só não vai fazer você perder todo o efeito da progressiva.

O que não pode é ficar usando com frequência!

6 – Qual shampoo anti-resíduos você indica?

Sinceramente, pra mim todos os anti-resíduos são iguais.

Lógico que alguns ressecam mais e outros menos, mas todos que eu testei eu gostei.

Vale a pena você testar e ver qual você gosta mais.

As marcas que eu testei, gostei e indico: Amend, Natura e Keramax.

7 – Como está escrito no rótulo do shampoo? Como vou identificar que é o produto certo?

Geralmente está escrito shampoo anti-resíduos ou shampoo de limpeza profunda.

8 – Onde encontrar o shampoo anti-resíduos?

Geralmente em perfumarias.


Acho que essas foram as perguntas mais frequentes no post Shampoo Anti-Resíduos: Como e porque usar.

Caso tenha restado alguma dúvida, pergunte nos comentários!

Beijokas!

O que são dermocosméticos?

Olá!

As vezes quando alguém me pede sugestão de produto para determinados fins, eu sempre indico que, além de consultar um dermatologista, dê preferência sempre para os dermocosméticos.

E nessas indicações percebo que muita gente não sabe o que são dermocosméticos e principalmente, não sabe a diferença entre eles e os outros cosméticos do resto do mundo, rsrs.

Então hoje nesse post vou explicar para vocês a diferença para que essa dúvida não apareça mais! 😉

Dermocosmético, também conhecido como cosmecêutico, é um meio termo entre cosmético e medicamento.

Os princípios ativos dos dermocosméticos foram desenvolvidos através de muitos estudos, depois testados em laboratórios e suas ações tem comprovação científica.

Além disso, os dermocosméticos não possuem corantes e nem fragrâncias. Geralmente são hipoalergênicos, não comedogênicos (não entopem os poros) e testados em diferentes tipos de pele para saber quais deles podem ou não ser usados para quem tem pele sensível.

Por ter esses princípios ativos, os dermocosméticos atuam mais precisamente e podem chegar até em camadas mais profundas da pele, oferecendo um melhor resultado de tratamento. Eles agem de dentro para fora e tratam a causa do problema.

Já os cosméticos geralmente tem ação superficial e agem apenas para mascarar o problema, e não para tratá-lo.

Vou dar dois exemplos para vocês entenderem melhor:

Quando você está com uma dor de cabeça, o que você costuma fazer? Tomar um analgésico, certo?
Só que as dores são frequentes e acontecem todos os dias. Se você continuar tomando o analgésico ele vai tratar a dor, mas não a causa da sua dor de cabeça. E com o tempo seu corpo vai acostumar e aquele analgésico nem fará mais efeito.
Você vai no médico e descobriu que as dores de cabeça frequentes eram causados porque você precisava de óculos. Depois que começou a usar óculos, as dores pararam.

Nessa historinha o analgésico seria o cosmético, que resolvia a dor mas não a curava. O óculos então seria o dermocosmético, pois ele agiu na causa da dor!

Agora vamos usar um exemplo mais específico sobre o assunto.

Você tem pele oleosa e muitas espinhas, então começou a usar uma linha de cosméticos para pele oleosa. Eles são bons, tiram a oleosidade da pele, mas parece que não são suficientes pois a pele volta a ficar oleosa rapidamente e as espinhas continuam aparecendo.
Isso acontece porque esses cosméticos agem superficialmente, tirando a oleosidade da pele mas não atingindo a verdadeira causa que faz com que sua pele fique oleosa.
Ao se consultar com um dermatologista, ele lhe receitará um dermocosmético que vai agir nas áreas mais profundas da pele e fazer com que as glândulas sebáceas trabalhem menos, o que vai resultar em menos oleosidade e consequentemente, menos espinhas.

E aí fica clara a diferença: os cosméticos maquiam, enquanto que os dermocosméticos tratam! 🙂

As marcas mais conhecidas de dermocosméticos são: Vichy, La Roche-Posay, RóC, Avène, Galderma, Dermage, Eucerin, Clinique e Adcos.

E existem dermocosméticos para vários tipos de tratamento: anti-acne, anti-envelhecimento, celulite, estrias, gordura localizada, etc.

Não existe uma marca melhor do que a outra, e sim a que é mais indicada para o seu tipo de pele. E para saber qual é a melhor para sua pele, consulte seu dermatologista!

Entenderam agora a diferença entre cosméticos e dermocosméticos? Qualquer dúvida, já sabem, é só comentar! 😉

Beijokas!

Tire todas as suas dúvidas sobre Bepantol para cabelos!

Olá!

O post Hidratando os cabelos com Bepantol Líquido fez muito sucesso e muita gente comenta por lá com várias dúvidas a respeito do assunto. Por esse motivo resolvi fazer um post com um resumão das dúvidas mais comuns a respeito do uso do Bepantol para cabelos.

bepantol para cabelos

1 – Meu cabelo é alisado, tingido, relaxado, descolorido, com progressiva…posso usar Bepantol?

O Bepantol nada mais é que a pró-vitamina B5 concentrada (também conhecida como dexpantenol, o mesmo princípio ativo dos produtos Pantene) e serve para hidratar os cabelos. Por esse motivo não tem NENHUMA contra indicação e pode ser usado em QUALQUER cabelo, independente da química que esteja nele.

2 – Meu cabelo está danificado, quebradiço, elástico, ressecado…posso usar Bepantol?

Deve! Como já falei no tópico anterior, o Bepantol é um produto que trata os cabelos, por isso pode ser usado em qualquer cabelo mesmo estando extremamente danificado. O Bepantol vai ajudar a restaurar e hidratar o seu cabelo, por isso use sem medo.

3 – Posso misturar Bepantol em todos os meus produtos juntos: shampoo, condicionador e máscara?

O Bepantol é ótimo, mas tudo que é demais pode prejudicar. Você pode acrescentar Bepantol em apenas um desses produtos, e não em todos. Eu particularmente gosto mais de usá-lo misturado na máscara.

4 –  O Bepantol pode deixar meu cabelo oleoso?

Não, o Bepantol é uma solução aquosa, e por esse motivo não há possibilidade de aumentar a oleosidade do cabelo. Lembrando que há algum tempo eu achava isso, que o cabelo podia ficar oleoso. Mas usando o Bepantol e também por informações da Bayer, aprendi que não há aumento de oleosidade do cabelo com o uso do Bepantol.

5 – Posso usar Bepantol como finalizador?

Sim, o Bepantol pode ser usado nos cabelos secos como finalizador. E você pode usar dessas formas:

  • Utilizar nos cabelos secos antes de dormir e lavar no dia seguinte;
  • Usar como reparador de pontas;
  • Usar como um finalizador em todo o cabelo, para diminuir o frizz e dar brilho

6 – O Bepantol faz o cabelo crescer?

O Bepantol não tem ativos diretos que ajudem no crescimento dos fios. Porém, um cabelo bem hidratado consequentemente cresce mais rápido. Usar o Bepantol não vai fazer seu cabelo crescer, mas vai hidratá-lo e indiretamente vai auxiliar no crescimento.

7 – Posso usar Bepantol antes do secador/escova/chapinha?

Você pode sim usar o Bepantol nos cabelos úmidos, mas ele não é termoativado. Então se quiser, use o Bepantol como um hidratante pós lavagem e logo em seguida use um protetor térmico.

8 – Posso usar Bepantol todos os dias?

Pode! Use como um finalizador normalmente sempre que sentir os cabelos ressecados e sem brilho.

9 – Posso usar Bepantol Pomada nos cabelos?

Algumas pessoas usam, mas eu particularmente não recomendo. A versão pomada tem outros ingredientes que podem deixar o cabelo muito pesado e oleoso. Melhor mesmo optar pela versão líquida.

10 – Qual é o melhor: Bepantol Solução (fórmula antiga) ou Bepantol Derma (fórmula nova)?

Sinceramente, eu acho que pelo menos a versão líquida não sofreu alterações em sua nova fórmula. Então na minha opinião as duas são iguais. Já a versão pomada teve sim algumas alterações, mas isso é assunto pra outro post, rsrs.

11 – Usei Bepantol e meu cabelo não ficou legal. O que deu errado?

Sabemos que cada cabelo é uma sentença, e nem tudo que dá certo em um cabelo pode funcionar em outro. E infelizmente só dá para saber como o cabelo vai reagir testando. O Bepantol não é química, então o máximo que pode acontecer no seu cabelo é ele não ficar hidratado. Não existe a possibilidade do produto quebrar o seu cabelo ou causar queda.

12 – Onde eu encontro o Bepantol?

Você encontra para vender em farmácias e drogarias.

Acredito que tirei todas as dúvidas a respeito do Bepantol. Se restar alguma dúvida diferente das que estão no post, por favor, comente para que eu possa te ajudar!

Beijokas!

Cabelos Loiros – Perguntas Frequentes

Olá!

Sem dúvida o post mais comentado aqui do blog é o que eu falo sobre como saí do preto para o loiro. O post fez tanto sucesso que já passou dos 800 comentários!

Muitas meninas tem dúvidas quando pretendem ficar loiras, e por isso o post tem tantos comentários. Eu faço questão de responder um a um, mas já percebi lá que existem muitas perguntas repetidas, pois acredito que as pessoas não têm muita paciência para ler tantos comentários.

Então para ajudar vocês, resolvi fazer uma espécie de “perguntas frequentes”, pegando as dúvidas mais frequentes do post Cabelo Loiro Perfeito – A Coloração. Acredito que ajudará muita gente! 🙂

1 – Como você conseguiu chegar no seu tom de loiro?

Meninas, tudo o que eu fiz está nesse post: Cabelo Loiro Perfeito – A Coloração. Lá eu explico tudo o que fiz, desde de o preto até o loiro claríssimo que está agora, falando a tintura e a OX que usei. Está tudo lá!

2 – Você descolore a raiz?

Não, eu continuo utilizando apenas tintura superclareadora na raiz, sem descolorir. Também não retoco mais as minhas luzes, uso apenas tintura SÓ na parte crescida do cabelo.

3 – Como ter o cabelo igual ao seu?

Meninas, muita coisa tem que ser avaliada ao querer ficar com um cabelo loiro como o meu ou como o de qualquer outra pessoa. É necessário ver qual a cor original do cabelo, se está com tintura, se tem química, se clareia com facilidade e muitas outras coisas. Então não tem como eu falar para você o que é necessário para chegar no tom do loiro que você deseja. Nesse caso você precisa ir em um cabeleireiro levando a foto do cabelo que você quer igual e ele vai te falar como fazer para chegar ao tom.

4 – Meu cabelo é escuro, posso passar essa tintura super clareadora no cabelo inteiro? Vai pegar?

Se o seu cabelo é castanho claro ou mais escuro, se você passar essa tintura no cabelo inteiro a cor vai ficar muito esquisita e ainda pode ressecar demais, porque essa tintura é muito forte. Recomendo fazer bastante luzes e só depois passar uma tintura no cabelo inteiro.

5 – O que é melhor para ficar loira: luzes ou tintura?

Essa pergunta é um pouco parecida com a anterior. Se você é morena e quer ficar loira, tem que começar SEMPRE pelas luzes. Não importa se seu cabelo é virgem ou tem resíduos de tintura, para você ficar com uma cor bonita e o cabelo saudável é necessário fazer luzes pouco a pouco até chegar no tom que você quer.

Se o cabelo é naturalmente claro, aí sim é possível ficar loiríssima apenas com tintura.

6 – Meu cabelo é escuro e quero ficar loiríssima em um mês, é possível?

Não. Se você descolorir seu cabelo inteiro para ficar loira de uma vez, você vai estragar demais os fios e o resultado será um cabelo loiro e todo danificado, sem vida. Faça as luzes aos poucos, pois é melhor demorar mais para chegar no resultado e ter um cabelo bem tratado do que fazer tudo de uma vez e correr o risco de ter o cabelo todo feio e danificado.

7 – Meu cabelo está amarelado? O que fazer?

Se o cabelo está levemente amarelado, por ter desbotado as luzes ou coisa desse tipo, você pode usar um shampoo desamarelador, aqui eu mostro alguns que eu usei e gostei.

Se o cabelo está muito amarelado por causa da tintura ou das luzes, é necessário tonalizar utilizando um tonalizante acinzentado. O mais usado para isso é o Milk Shake Gelo (ou o Pérola) Richesse da L’Oreal. Ele neutraliza o amarelado sem estragar os fios, além do efeito durar bastante. E para manter os fios acinzentados, lave com shampoo desamarelador uma vez por semana.

8 – Posso fazer luzes sem tonalizar depois?

Não, o ideal é sempre tonalizar o fio depois da descoloração. O descolorante abre a cutícula dos fios, e mesmo que você alcance o tom que deseja só com descolorante, por deixar as escamas abertas o fio tende a amarelar com mais facilidade. O tonalizante vem para dar a cor necessária e para fechar as cutículas abertas, deixando o cabelo mais saudável e com uma cor que não desbota tanto.

9 – Meu cabelo não está tão escuro, posso passar só tintura super clareadora para ficar loiro claríssimo?

A não ser que o seu cabelo seja pelo menos de louro médio (natural) ou mais claro, você pode usar a tintura para chegar no loiro claríssimo. Cabelos mais escuros que isso ou claros conseguidos por tintura, é necessário sempre fazer luzes para alcançar o tom.

10 – Qual o tom do cabelo daquela atriz no cinema?

Bom, como já falei para vocês, eu não sou cabeleireira, tudo o que sei foram apenas por experiências pessoais. Justo por isso eu não tenho como ver um cabelo numa foto e saber qual tom é. Geralmente eu chuto, mas nunca tenho certeza. Nesse caso, sugiro sempre a ajuda de um profissional.

Sem contar que muitas vezes os cabelos das celebridades nunca são de um tom só, são vários tons e só um profissional pode afirmar com certeza a cor.

 11 – Tenho cabelo preto tingido, quero ficar loira mas tenho medo de estragar, o que fazer?

Se o seu cabelo está preto, antes de começar a ficar loira eu sugiro uma limpeza de pigmentos no cabelo. Os cabeleireiros usam muito a famosa decapagem, que nada mais é que uma descoloração um pouco mais fraca, mas que mesmo assim estraga MUITO os fios.

A Yamá possui um produto chamado Dekapcolor, que retira todo o excesso de tintura dos fios tingidos sem estragar o cabelo. Você usa de acordo com o indicado na caixinha até deixar o seu cabelo o mais próximo possível do natural. Depois disso você começa a fazer luzes aos poucos até chegar no tom desejado. Como o cabelo estará da cor natural, as luzes não vão estragar tanto assim o fio.

12 – Meu cabelo é preto natural e quero ficar loira, mas também tenho medo de estragar os fios.

Se você fizer as luzes aos poucos e ir cuidando bastante entre os intervalos, você não vai danificar tanto seu cabelo. Mas saiba que mesmo bem cuidado, o cabelo loiro tingido é mais ressecado que o normal, e você vai precisar cuidar bastante dele.

Se o cabelo é muito escuro, por opinião pessoal é melhor não chegar no tom platinado, pois para retocar a raiz você vai ter sempre que usar descolorante, o que danifica demais o cabelo. Tente chegar num tom não tão claro e faça apenas retoques com luzes.

13 – O que você faz para tratar do seu cabelo? Quais produtos usa?

Tudo o que faço está neste post: Cabelo Loiro Perfeito – O Tratamento

14 – Qual oxigenada devo usar? 

A oxigenada vai depender de que tom é seu cabelo e qual tom você deseja. Mas as tinturas super clareadoras funcionam mais ou menos assim:

  • OX de 30 – Clareia entre 2 e 3 tons
  • OX de 40 – Clareia entre 4 e 5 tons
Resumindo: se você tem um cabelo de tom 5 (castanho claro) e quer chegar no 10 (louro claríssimo), você tem que usar a OX de 40 para que o cabelo clareie 5 tons. Lembrando que o castanho claro ainda é um cabelo muito escuro, então a tintura super clareadora acaba deixando um tom levemente mais escuro e amarelado.

Cabelos mais claros que 5 atingem o tom facilmente. Cabelos mais escuros que 5 não atingem o tom muito bem, necessitando prévia descoloração.

15 – Quanto tempo tenho que deixar a tintura no cabelo?

A bula da tintura é sua melhor amiga. Lá vai estar especificando tudo, desde essa tabelinha de OX que citei acima até o tempo certo de ação. Cada tintura é diferente, então leia a bula e siga o que foi especificado pelo fabricante. Não deixe tempo a menos ou a mais do que o indicado, assim a tintura agirá da forma correta.

16 – Qual tom de loiro é indicado para mim?

É muito difícil falar qual tom combina com você, até porque eu não a conheço pessoalmente! Vejam esse post e conheçam os principais tons de loiro e o tom de pele que geralmente combina com eles. Mas o ideal mesmo é ir em um profissional e perguntar que tom fica mais bonito em você. 😉

17 – Meu cabelo está com vários tons, como fazer para uniformizar a cor?

Uniformizar cor de cabelo é trabalho para profissional! Isso porque se você passar uma tintura no cabelo inteiro vai continuar com várias cores, e se tentar passar só em uma parte pode correr o risco de manchar.

Se o cabelo está com vários tons e você quer deixar com um tom só, vá ao cabeleireiro.

18 – Você faz progressiva no seu cabelo? Qual você indica?

Eu não faço progressiva, e por não fazer não conheço nenhuma marca boa para indicar. Eu só indico produtos que uso e sei que são bons!

O post ficou longo, mas tentei ao máximo responder as perguntas que mais aparecem no post dos cabelos loiros! Se alguma restou alguma dúvida, façam nos comentários que eu atualizo o post, assim ajudo todo mundo! 😉

Beijokas!

 

Tire suas dúvidas sobre flacidez!

Olá!

A flacidez é outro problema estético que incomoda muito as mulheres não é? E diferente do que muita gente pensa, não são só as gordinhas que sofrem com isso, as magrinhas também!

Hoje vou explicar um pouco mais sobre esse assunto, ajudar vocês a descobrir qual tipo de flacidez vocês sofrem e o que fazer para evitá-la!

A definição de flacidez é a perda da tonicidade da pele ou do músculo. E o que seria tonicidade? Tonicidade é é a tensão natural que a pele e o músculo possuem. Quando há uma perda dessa tensão, a pele o músculo ficam mais moles, o que gera a flacidez.

Como falei, existem duas formas de flacidez: a muscular e a de pele. Vou falar um pouco de cada uma separadamente:

Muscular: A flacidez muscular ocorre pela falta de atividade física, que ocorre porque o músculo não é fortalecido o suficiente e por isso fica fraco e flácido. Esse é o tipo de flacidez que as mulheres magras geralmente possuem (mas não impede que elas tenham também flacidez de pele!). Nos casos de sedentarismo, o músculo que deveria trabalhar em uma tensão normal por dia não faz esse trabalho, e com isso ele acaba enfraquecendo.
As áreas mais atingidas da flacidez muscular são bumbum, coxas, braços, barriga e a região da lateral, os famosos “pneuzinhos”.

De pele: A flacidez de pele ocorre, além também de falta de atividade física, por fatores genéticos, excesso de exposição solar, perda rápida de peso e o efeito sanfona. Quando uma mulher perde peso de forma muito rápida, através daquelas dietas loucas (que na maioria das vezes não dá certo, já que o peso perdido é recuperado rapidamente), o corpo não teve como se acostumar com a nova forma, causando então uma flacidez de pele. Já no efeito sanfona, que acontece naquelas mulheres que vivem engordando e emagrecendo, de tanto esticar e encolher a pele perde sua capacidade de elasticidade, deixando a “esgarçada” e causando então a flacidez.
A flacidez de pele não se localiza em um local específico, pode atingir o corpo inteiro.

Como diferenciar flacidez muscular da flacidez de pele? É bem simples! Com o dedo indicador e o polegar, pince a pele da região que você vai avaliar, aperte e solte. Se a pele voltar para o lugar instantaneamente, não há flacidez de pele. Se ela demorar para voltar, sua pele está flácida. Para avaliar a flacidez muscular, é só contrair o músculo que você quer testar e observar. Se o músculo não apresentar um contorno bem definido, você possui flacidez muscular.

E pode ocorrer os dois juntos? Sim, pode!

E melhor do que tratar, é evitar que a flacidez apareça!

Faça bastante atividade física, principalmente musculação, que você consegue evitar o processo de flacidez muscular. Além, claro, de ter uma dieta equilibrada.
Alimente-se adequadamente, não faça dietas muito restritivas, evite perder peso muito rapidamente e evite também a exposição solar sem proteção, com isso você evita a flacidez de pele.  Ao fazer uma dieta com acompanhamento médico, nutricional e atividade física, você consegue emagrecer sem causar flacidez de pele e ainda evita o efeito sanfona, já que é um emagrecimento natural, saudável e duradouro.

Além de tudo isso, é muito importante beber pelo menos 2 litros de água por dia, assim você evita o acúmulo de radicais livres que diminuem a fabricação de colágeno facilitando ainda mais o processo de formação da flacidez.

E agora que já estou flácida, tem como tratar?

A flacidez muscular sozinha é mais fácil de ser tratada, pois dá para combatê-la com exercícios físicos, principalmente a musculação.

Já a flacidez de pele é um pouco mais complicada. Em casos extremos, só a cirurgia plástica resolve.
Em casos menos graves, os tratamentos estéticos ajudam a diminuir a flacidez, mas não consegue revertê-la 100%.

Os tratamentos mais utilizados são: Peeling de cristal, luz intensa pulsada, carboxiterapia, intradermoterapia e outros que auxiliam no processo de formação de colágeno, substância responsável por manter a elasticidade da pele. Estimulando essa produção, você consegue ajudar na melhora da flacidez. Lembrando que esses tratamentos sozinhos não fazem muita diferença. O ideal é usá-los como coadjuvantes, junto com a dieta e prática de atividade física.

E a tão famosa Corrente Russa? A Corrente Russa é bastante utilizada, já que ela trabalha ajudando no fortalecimento muscular e ajuda na melhora da flacidez muscular. Acontece que sozinha ela auxilia muito pouco nesse processo. O ideal, assim como os outros tratamentos estéticos, é utilizá-la como coadjuvante junto com a musculação. Ela sozinha é pouco eficaz!

Espero que tenha conseguido ajudar vocês a tirar as dúvidas sobre flacidez e se caso alguma dúvida ainda tenha restado, é só fazer nos comentários que eu respondo!

Beijokas!