Texturas de bases

Olá!

Essa semana no blog é a semana de falar sobre texturas de coisas. Falei sobre texturas de shampoo, e agora falarei sobre texturas de bases!

Vocês já devem percebido que existem vários tipos de bases, né? Tem líquida, cremosa, bastão, mousse, pó…

Cada uma delas tem coberturas diferentes e são indicadas para diferentes tipos de pele.

No post de hoje vou mostrar quais são as texturas mais comuns de bases e contar a diferença entre elas!

Texturas de bases

texturas-de-bases-2

Cremosa – Cobertura média a alta

As bases cremosas oferecem excelente cobertura, cobrindo “tudo e mais um pouco”!

base-cremosaElas são indicadas para ocasiões em que se quer uma pele totalmente corrigida, como casamentos, formaturas e etc.

As bases com texturas cremosas contém bastante óleo em suas fórmulas, por isso não são muito indicadas para peles oleosas, pois podem causar espinhas.

E na maioria das vezes deixa um acabamento “brilhante” na pele, sendo necessário o uso de um pó finalizador após o uso da base.

Prós – Alta cobertura e correção total da pele.

Contras – Dependendo da base, pode deixar o “aspecto reboco” e pode causar espinhas em peles oleosas.

Líquida – Cobertura de baixa a média

Por ter essa consistência mais fluida acaba não oferecendo muita cobertura, corrigindo apenas leves imperfeições.

base-líquidaGeralmente oferece um acabamento muito natural, ideal para uso no dia a dia.

Existem bases líquidas hidratantes, ideais para peles normais e secas, e existem bases líquidas oil free, ideais para peles oleosas e mistas. Basta escolher a que mais se adapta com seu tipo de pele.

As bases hidratantes oferecem um acabamento lustroso enquanto que as bases mate oferecem acabamento seco.

Prós – Acabamento natural

Contras – Baixa cobertura

HD – Alta cobertura

As bases HD são desenvolvidas com mini partículas que aderem a pele, oferecendo uma alta cobertura e acabamento natural. Você fica com uma pele perfeita e cara de quem não usou nada!

base-hdAlém disso, elas se adaptam as mudanças de luz sendo ótimas para filmagens e fotografias com flash, por isso são amplamente utilizadas em pessoas que trabalham na frente das câmeras.

Também tem versões hidratantes e oil free, podendo oferecer um acabamento brilhante ou mate, dependendo do produto escolhido

Prós – Alta cobertura e acabamento natural

Contras – Costumam ser mais caras que as bases convencionais

Compacta – Cobertura de baixa a média

A base compacta tem uma textura muito suave, que espalha facilmente no rosto disfarçando imperfeições e deixando um acabamento aveludado e natural.

base-compactaPode oferecer uma cobertura mais baixa ou média, dependendo da marca escolhida.

Ela pode ser aplicada tanto com a esponjinha que acompanha como com pincel.

A base compacta pode ser usada tanto em peles normais como em peles oleosas. Quem tem pele seca precisa tomar cuidado, já que esse tipo de base costuma ser bem sequinha e com acabamento mate, podendo causar ainda mais ressecamento.

Peles maduras também precisam evitar, pois existe o risco da base acumular nas linhas de expressão.

Prós – Acabamento natural e aveludado

Contras – Não indicado para peles ressecadas e maduras

Bastão – Cobertura Alta

A maioria das bases em bastão oferece cobertura altíssima, sendo ideais para pessoas que desejam uma cobertura total, como os portadores de vitiligo.

base-em-bastãoEsse tipo de base lembra um corretivo e é preciso utilizar com cautela, pois existe um grande risco de você deixar o rosto com acabamento muito pesado.

Por ter essa consistência bem durinha, não é indicada para peles muito secas, por risco de craquelar e descamar. Também deve ser evitada por pessoas de pele madura, pois acumula demais nas rugas e linhas de expressão.

Prós – Cobertura altíssima

Contras – Difícil de usar, pode deixar um acabamento muito pesado e não é indicada para pessoas de pele seca e madura.

Mousse – De média a alta

A base em mousse é a mais “gostosa” de se usar na pele, pois a textura dela é muito suave.

base-mousseEssa textura mais leve faz com que a base seja muito fácil de ser aplicada, podendo ser usada tanto com pincel como com os dedos.

Mas essa textura em mousse, mesmo sendo leve e suave, oferece uma excelente cobertura que varia de média a alta.

A base em mousse é mais indicada para peles normais ou oleosas, pois costuma ter um acabamento bem sequinho.

Se a pessoa tiver uma pele seca o ideal é utilizar um hidratante potente antes da base.

Prós – Boa cobertura com acabamento sequinho e natural

Contras – Pode craquelar em peles secas sem hidratação prévia.

Pó – Cobertura leve a média

As bases em pó são as mais fáceis de serem utilizadas, pois são aplicadas como um pó compacto, porém oferecendo uma cobertura maior que um pó tradicional.

base-em-póPode oferecer uma cobertura de leve a média, dependendo da marca.

Ela é ótima para ser utilizada por pessoas com peles muito oleosas, pois além de ter um acabamento sequinho, ajuda a controlar a oleosidade.

A base em pó também é boa para ser usada em dias de muito calor, pois ela não derrete e nem escorre na pele.

Também pode ser utilizada para deixar na bolsa para retoques de outras bases durante o decorrer do dia.

Prós – Acabamento sequinho, natural e ajuda a controlar a oleosidade.

Contras – Cobertura leve e baixa duração, saindo muito rápido da pele.


E aí, gostaram dessas informações?

Qual textura de base é a preferida de vocês? Me contem nos comentários! 😀

Beijokas!

Comentários

comentários

Você também vai gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *