5 erros ao escolher o tom da base

Olá!

Escolher o tom da base nem sempre é uma coisa fácil, né?

As vezes a gente vai na loja, fica escolhendo por horas e quando chega em casa, a cor ainda sai errada!

Por isso é que no post de hoje vou dividir com vocês 5 erros muito comuns que a gente costuma cometer na hora de escolher o tom da base.

Se prestarmos atenção e não cometermos esses erros, nunca mais vamos errar na hora de comprar nossa base!

5 erros ao escolher o tom da base

1 – Não testar no rosto

Erro muito comum que eu tenho certeza que você comete!

Na hora de testar a base muita gente testa ou no dorso na mão, que geralmente é mais bronzeado que o rosto (já que usamos filtro solar facial com mais frequência) ou na parte de dentro do antebraço, que é mais clara. Resultado: a cor escolhida não dá muito certo com a cor do rosto!

Então na hora de escolher o tom da base, teste no rosto, ok?

2 – Não respeitar a diferença de tom entre rosto e pescoço

Geralmente nosso rosto é um pouco mais claro que o pescoço. Então na maioria das vezes, na hora de escolher a base o ideal é que ela seja mais próximo da cor do pescoço, para não dar diferença entre pescoço e rosto e não acontecer algo tipo isso:

Por isso ao testar a base, teste perto do queixo e espalhe para o pescoço, escolhendo uma cor que fique certinho para as duas partes.

3 – Não levar em consideração a luz da loja

Geralmente lojas de maquiagem possuem uma luz muito clara, o que ajudam as vendedoras na hora de fazer uma maquiagem na cliente.

Mas essa luz pode ser prejudicial na hora de testar os produtos, pois as vezes nós não percebemos que o produto pode estar muito escuro, já que a luz está clara. Pode acontecer o contrário, caso a luz seja fraca.

O ideal então é testar a base no rosto, sair da loja e testá-la em outras iluminações. Vá ao banheiro no shopping, na luz natural, enfim, vá em outros lugares com luzes diferentes para ter certeza que aquela cor é a correta.

Eu mesma já errei ao comprar um corretivo em uma loja da MAC, a luz era superforte e achei que estava ok, quando cheguei em casa, ficou muito escuro. 🙁

4 – Não respeitar o seu subtom de pele

Toda pele tem um subtom, que pode ser rosado, amarelado ou neutro. E é importante você saber seu subtom para escolher a base ideal.

Se você tem um subtom amarelado e compra uma base com fundo amarelado, existe uma grande chance de você se tornar um simpson ao usar essa base.

O ideal é comprar bases que neutralizam o seu subtom, para deixar o resultado mais natural. Eu tenho pele amarelada e compro bases com fundo rosado, para neutralizar o amarelo.

Para descobrir o seu subtom, existem algumas dicas:

  • Observe o tom das suas veias. Pessoas com subtons de pele quente (amareladas) possuem veias esverdeadas. Pessoas com subtons de pele fria (rosadas) possuem veias azuis ou violetas. Já as pessoas com subtom de pele neutra possuem veias misturadas azuis e verdes.
  • Coloque um objeto dourado e um prateado em cima da sua pele. Se a pele combina mais com o objeto dourado, a pele é amarelada. Se combina mais com o prateado, é rosada. Se combina com os dois, é neutra.

Depois de descobrir seu subtom, escolha bases que neutralizem esses subtons. Bases amareladas neutralizam o rosado e vice-versa. 😉

5 – Não levar em consideração que o tom de pele pode sofrer mudanças durante o ano

No inverno geralmente nós não pegamos sol, por isso nossa pele costuma estar bem mais clara. Ao contrário do verão, que pegamos aquele bronze e podemos escurecer até dois tons de pele.

E isso é importante na hora de escolher o seu tom de base. Se você comprou uma base no inverno, provavelmente ela não servirá no verão, pois será muito clara!

Se comprou uma base no verão, no inverno ela estará muito escura!

Então você terá que ter em mente que você tem que ter dois tons de base: um para o verão e outro para o inverno!

A não ser que você seja como eu, fantasminha que não pega sol no verão. Eu fico branquela o ano inteiro então uso sempre o mesmo tom de base, o ano inteiro! 😉


Agora é só ficar de olho, não cometer esses erros e nunca mais errar na escolha do tom de base!

Beijokas!

5 Formas de aplicar base líquida ou cremosa

Olá!

Com tantos pincéis e apetrechos no mundo da maquiagem, fica difícil saber o que é melhor na hora de aplicar a base do seu rosto, né?

São espumas, pincéis de diferentes tipos e formas, dedos…mas afinal, qual é a melhor forma de aplicar a base?

Na verdade não existe nenhuma forma correta, a melhor forma vai depender do que você deseja pro acabamento da sua maquiagem.

No post de hoje vou falar para vocês as formas de aplicar base e qual acabamento que cada uma delas oferece, assim fica fácil escolher a forma ideal para o seu caso!

Formas de aplicar base líquida ou cremosa

1 – Pincel de base tradicional

pincel-de-base-2

Esse pincel é o mais conhecido, e você encontra facilmente em qualquer perfumaria por um preço bem acessível.

Ele cumpre bem sua função de passar base, porém o acabamento desse tipo de pincel é um pouco mais pesado, ou seja, oferece uma cobertura maior com um acabamento mais grosseiro.

Se essa for sua intenção, pode ser uma boa compra. Também é uma boa para caso você esteja começando no mundo da maquiagem e ainda não tem muita prática, pois esse tipo de pincel não tem muito segredo para ser utilizado.

2 – Pincel Duo Fiber

pincel-duo-fiberO pincel duo fiber tem a característica de ter dois tipos de fibras no mesmo pincel: naturais e sintéticas.

Enquanto as cerdas maiores espalham a base, as cerdas menores ajudam a dar um acabamento.

O resultado é um acabamento mais leve e natural. É uma boa opção para você que deseja uma cobertura menor e com cara de “nasci assim”, mesmo que a base seja um pouco mais pesada.

Antigamente só marcas estrangeiras possuíam esse pincel para vender, por isso ele custava bem caro. Mas atualmente várias marcas nacionais fabricam o duo fiber e você consegue encontrá-lo com bastante facilidade e com preço acessível.

3 – Pincel tipo kabuki

pincel-kabukiO pincel kabuki geralmente é bem gordinho e apresenta muitas cerdas, geralmente sintéticas.

O kabuki é quase que um meio termo entre o pincel tradicional e o duo fiber, pois ele consegue deixar a pele com maior cobertura e acabamento natural ao mesmo tempo.

Com ele você consegue uma pele perfeita e bem acabada, dando a impressão que você não está usando base.

O kabuki é uma boa opção para quem gosta de uma maquiagem bem feita e com boa cobertura.

Assim como o duo fiber, várias marcas nacionais já trabalham com esse tipo de pincel e por isso você pode comprá-lo facilmente em qualquer perfumaria e com preço justo.

4 – Esponja

esponja-de-base

Existem vários tipos de esponjinha para base, as que são em formato quadrado, triangular e o de gota, que é o mais utilizado e que na minha opinião, é melhor do que as esponjas tradicionais.

Com o pincel nós geralmente espalhamos a base por todo o rosto, certo? Com as esponja é diferente.

Para aplicar base com a esponja é preciso “carimbá-la” na base e ir aplicando no rosto dando leves batidinhas até cobrir tudo.

Se você utilizar a esponja seca você terá uma cobertura total, com ótimo acabamento. Ideal para quem quer cobrir tudo e mais um pouco ou em maquiagens mais elaboradas.

Porém, se você quiser uma cobertura mais natural e suave, basta umedecê-la antes. Com as esponja úmida o resultado é mais leve.

É uma boa opção ter uma dessas, já que com ela você consegue os dois tipos de cobertura: leve e total.

Antigamente só existia uma marca de esponja em gota, a Beauty Blender, que custa bem caro. Mas atualmente outras marcas também fabricam esponjinhas em gota com o preço bem mais em conta.

5 – Dedos

dedos

Essa é a forma mais barata de aplicar base, né? Hahahaha!

E engana-se quem acha que passar base com os dedos é errado. Na maquiagem não existe o certo, e sim o que é melhor para você. E se você gosta de usar os dedos, USE!

A base aplicada com os dedos geralmente deixa uma cobertura mais leve e bem natural, ideal para o dia a dia.

Os dedos ajudam a espalhar e penetrar a base na pele, por isso é o acabamento fica mais natural, com cara de “nasci assim”, hehe.

Além disso, com os dedos você não corre o risco de deixar a pele com aqueles “risquinhos” que podem ser deixadas pelo pincel.

Só é preciso ter apenas um cuidado: lave bem as mãos antes de aplicar a base com os dedos, pois a sujeira e o suor podem acabar deixando a base com um acabamento ruim, além de durar menos.


Não existe um pincel melhor que o outro, e sim o pincel que oferece o acabamento que você quer. Então o pincel correto é aquele que vai deixar sua pele do jeito que você deseja, levando em consideração o tipo de cobertura (leve ou total) e acabamento (pesado ou natural).

Eu particularmente amo o pincel kabuki, tanto que tenho 3 aqui em casa, pois com ele consigo uma boa cobertura e acabamento natural ao mesmo tempo.

Agora me conta, qual sua forma preferida de aplicar base, e por quê?

Me conta nos comentários!

Beijokas!

5 erros da na hora de usar base

Olá!

Você é daquelas que não liga muito para base na maquiagem ou é como eu, que não abre mão e usa todos os dias, mesmo sendo uma bem levinha?

Eu adoro base, pois gosto do efeito de deixar a pele uniformizada, corrigida e com cara de “nasci linda assim”.

Só que se você não souber usar esse produto o efeito pode ser o contrário: pele com acabamento ruim e efeito artificial.

No post de hoje vou listar 5 erros que você não deve cometer na hora de usar base!

5 erros na hora de usar base

5-erros-na-hora-de-usar-base

1 – Não preparar a pele

Acho que esse é o erro mais comum e o mais cometido por quem usa maquiagem.

Não podemos simplesmente passar a base no rosto sujo e desidratado, porque isso vai fazer com que o acabamento da maquiagem fique ruim.

A base não vai aderir à pele e vai marcar defeitinhos e linhas de expressão, deixando também um aspecto grosseiro.

Antes de usar qualquer maquiagem é preciso limpar, tonificar e hidratar sua pele. Sempre!

2 – Exagerar na quantidade

A quantidade de base ideal para um rosto varia muito da marca do produto, pois algumas marcas espalham bem e precisam de menos quantidade, enquanto outras não espalham tanto e precisam de mais.

Mas independente disso é importante que você não exagere na quantidade de base para não deixar o acabamento muito pesado.

Vá colocando a base no rosto aos poucos, até conseguir espalhar por todo o rosto e conseguir a cobertura desejada.

3 – Usar o tom de base errado

Esse é outro erro bem comum e acontece principalmente porque não muita gente não sabe escolher a cor da base.

Usar base mais clara ou mais escura pode contrastar demais com o corpo, deixando o aspecto meio artificial.

A base precisa ser EXATAMENTE do tom da sua pele. Nem mais claro, nem mais escuro.

E a forma certa de saber a cor da sua base é testando diretamente no rosto. Não adianta testar base na mão, porque essa região costuma ser mais escura que o rosto. E também não vale testar no antebraço, já que essa região costuma ser mais clara que a face.

Se vai usar base no rosto, precisa testar no rosto!

4 – Não espalhar totalmente

Você pode utilizar base com pincéis, esponja, dedos, enfim, com qualquer coisa que você ache melhor.

Independente da ferramenta escolhida lembre-se de espalhar muito bem a base por todo o rosto, para que você não fique com acúmulo de produtos em uma só parte da face.

Espalhe bem até que o produto seja totalmente absorvido em toooodo o rosto!

Se quiser deixar o acabamento ainda melhor, após utilizar a base use um pincel duo fiber e dê uma esfumada geral por todo o rosto. 😉

5 – Não usar a base correta para seu tipo de pele

Outro erro bem comum!

Assim como os produtos de tratamento de pele, as maquiagens também são elaboradas para os mais diversos tipos de pele.

Tem base para pele seca, para pele normal, para pele mista e para pele oleosa.

Se você tem a pele seca e usa uma base para pele oleosa, sua pele vai ficar ressecada e descamando, deixando a maquiagem com um acabamento bem ruim.

Assim como se você tem pele oleosa e usa base para pele seca, seu rosto vai ficar muito oleoso, com o acabamento mega brilhante e propensa a formar muitas espinhas.

Por isso é importante utilizar uma base de acordo com seu tom de pele!


E aí, você costuma cometer alguns desses erros?

Me contem nos comentários! 😀

Beijokas!

Dermablend chega ao Brasil

Olá!

A Dermablend, linha de maquiagem da Vichy, é uma das marcas de make que eu mais tinha vontade de testar.

Tudo isso por causa de um vídeo que fez sucesso na época que foi lançado. Provavelmente você já deve ter visto:

E por quê a minha curiosidade em testar? Porque sempre quis um corretivo que escondesse 100% das minhas olheiras e acho que a Dermablend pode fazer isso por mim!

Maaaas, infelizmente os produtos não eram comercializados aqui no país.

Até que finalmente a Vichy atendeu minhas orações e a partir de desse mês vai ter Dermablend no Brasil, uhuuuuu! \o/

Olha só o que o Marcelo Minuzzi, diretor da Vichy no Brasil, conta sobre a linha:

“Dermablend é um produto revolucionário. Seu sistema é composto por duas etapas: a primeira associa uma base a um pó fixador para uma cobertura e duração duas vezes superior a qualquer outro produto. E a segunda, que combina polímeros com um óleo volátil, permitindo a homogeneidade e fixação perfeita. Essa composição é que garante que o produto atinja públicos distintos – o de pessoas que buscam a maquiagem de longa duração e o do público que quer a alta cobertura, corrigindo imperfeições.”

dermablend-vitiligo

A Dermablend pode ser usada por todos, mas é especialmente indicada para as pessoas que se sentem incomodadas por algumas imperfeições da pele como cicatrizes, olheiras ou acne. A linha também é bastante indicada para pessoas com patologias como rosácea, melasma e vitiligo, já que os produtos oferecem cobertura altíssima.

Aqui no Brasil vamos contar com 4 produtos:

  • Base Compacta de Alta Cobertura – ultra resistente, luminosidade natural e 12 horas de duração com alta cobertura sem efeito máscara – Preço sugerido: R$139,90

dermablend-brasil-base-compacta

  • Base Fluida FPS 35 – efeito matificante, hidratação 24 horas e 16 horas de duração com alta cobertura sem efeito máscara – Preço sugerido: R$129,90

dermablend-brasil-base-liquida

  • Corretivo em Bastão FPS 30 – alta cobertura com 14 horas de duração e resistente à água – Preço sugerido: R$119,90

dermablend-brasil-base-corretivo

  • Pó Fixador – Efeito matificante natural, resistente à água e à transpiração, translúcido e com textura ultrafina que não marca as irregularidades da pele. Duração reforçada de 16 horas – Preço sugerido: R$149,90.

 dermablend-brasil-po

A base compacta, base fluida e o corretivo estarão disponíveis em 4 cores: 15, 25, 35 e 55.
O pó está disponível em 1 versão, a translúcida.

Os preços não estão muito convidativos, mas se os produtos forem realmente bons como parecem acho que vale a pena o investimento.

Já estou louca de vontade de testar esse corretivo pra ver se finalmente vou encontrar algo que disfarce minhas olheiras totalmente!

Segundo a assessoria da marca, a linha Vichy Dermablend estará a venda em farmácias online e para saber a lista de onde comprar basta acessar o site: http://www.vichydermablend.com.br/

Acredito que em breve terá pra vender também nas farmácias físicas.


Gostou da novidade?

Beijokas!

NOVO banner release assessoria  2

Base Original bareMinerals

Olá!

Há mais ou menos umas 3 semanas eu postei no meu Instagram que comprei uma base mineral, a Base Original bareMinerals!

Eu adoro base em pó, acho que o acabamento é mais natural, é fácil de passar, ajuda a controlar a oleosidade e como minha Studio Fix Powder estava acabando, precisava de outra para substituí-la.

Depois de ler maravilhas sobre os produtos minerais (fiz até um post sobre o assunto), resolvi investir em um produto assim. E como a bareMinerals é a marca mais conhecida foi nela que apostei.

Fui até uma loja que comercializa os produtos da marca, escolhi a minha cor e trouxe pra casa.

Estou usando desde então e vou contar em detalhes o que achei!

Base Original bareMinerals

base-original-bareMinerals-embalagemA base em pó da bareMinerals está disponível em duas versões:

  • Mate – Que deixa a pele totalmente matificada, sem brilho algum
  • Original – Deixa a pele levemente iluminada, com ar de pele saudável

Ambas oferecem a mesma cobertura e são praticamente iguais, indicadas para pele mista e oleosa. A diferença é que a Mate é um pouco mais potente que a Original no quesito controle de oleosidade.

base-original-bareMinerals-embalagem-2

A embalagem tem uma tampa principal, que é a pretinha da foto, e uma embaixo que gira e tampa os furinhos por onde sai a base.

Essa proteção embaixo é bem legal porque ajuda a não fazer bagunça caso você leve ela na bolsa.

base-original-bareMinerals-embalagem-3

O pó da base bareMinerals é beeeeem fininho. Parece até maizena de tão fininho que é, haha!

Acho que é essa textura que faz a base ser tão perfeita!

base-original-bareMinerals-detalhes

Coloquei um tico de base na tampinha fechada pra que você pudesse enxergar melhor a textura dela.

Pra usar a base mineral não é só tacar ela no rosto com um pincel. Ela tem uma técnica toda especial para ser utilizada:

  • Coloque um pouco do pó na parte de dentro da tampa do produto (na pretinha);
  • Gire o pincel sobre o produto esfregando bem, para ativar a base;
  • Dê umas batidinhas na tampa para tirar o excesso;
  • Passe a base na pele em movimentos circulares.

A vendedora indicou o uso de um pincel de cerdas naturais para a base mineral, mas eu usei um kabuki (com cerdas naturais) que tenho aqui e não curti muito. Talvez esse pincel que eu tenho não seja bom, porque o que eu usei na loja era bem legal.

Usei então o F80 da Sigma e gostei mais do acabamento. E é ele que eu tenho usado sempre.

Quando fui usar a base confesso que fiquei meio incrédula com a cobertura, afinal o pó é tão fininho, né?

Mas aí fui passando e GENTE! QUE BASE PERFEITA!

Ela é diferente de tudo que já usei!

Primeiro que ela oferece uma cobertura que pode ser construída com camadas. Se quiser algo mais natural, 1 camada é suficiente. Se quiser uma cobertura maior, é só passar mais camadas. E mesmo que você passe várias vezes não te deixa com cara de reboco.

Segundo que o pó se adere e fixa na pele de um jeito que parece até uma base líquida! Não fica pózinho solto na pele como os pós compactos ou base em pó comum!

Você passa a mão no seu rosto e sente a pele aveludada, como se não tivesse usando nada. É a base em pó mais perfeita que eu já testei.

Uma outra coisa legal dela é que dá pra você construir camadas em lugares diferentes do rosto sem dar diferença no resultado final. Eu tenho umas manchinhas de espinhas no queixo e costumo passar mais vezes só nesse lugar, assim não preciso usar corretivo.

Olha só como é a cobertura dela:

base-original-bareMinerals-antes-e-depois

Viu que cobertura perfeita? Olha só como a olheira ficou bem disfarçada! Só precisei de um tico de corretivo pra escondê-la totalmente na última foto!

E acho que pela foto também dá pra perceber que o acabamento é super natural e que não fica pózinho solto na pele.

AMEI!

Agora vou falar sobre o porquê de eu ter escolhido a base Original e não a Mate, já que eu tenho a pele bem oleosa.

Bom, as duas oferecem controle de oleosidade, mas eu não curto mais minha pele 100% mate, sabe? Acho que fica meio artificial.

Gosto que a pele fique iluminada, com viço, como é uma pele naturalmente saudável. E é exatamente isso que a base Original oferece, um acabamento seco levemente iluminado.

Acho que nessa foto aqui embaixo dá pra ver meu nariz e minha bochecha iluminadas. Isso é resultado da base, eu não usei iluminador!

base-original-bareMinerals-make-completa

E essa base consegue surpreender ainda mais! Ela dura o DIA TODO no rosto! Eu uso de manhã e a noite ela ainda está lá, perfeita!

A minha Studio Fix Powder deixava a desejar nesse quesito, pois depois de 6 horas você quase não vê mais base no rosto.

Já a da bareMinerals fica intacta o dia inteiro. Lógico que no decorrer do dia sinto minha pele ficando oleosa, mas eu passo um lenço removedor de oleosidade e pronto! Não preciso nem retocá-la!

A vendedora da loja que eu comprei me indicou o Mineral Veil, o pó translúcido da mesma marca que ajuda a fixar a base e serve também para reaplicar ao longo do dia para controlar a oleosidade. Eu não cheguei a comprar, mas estou pensando seriamente nisso!

Faz quase um mês que estou usando a base (não uso todos os dias, só quando vou sair) e sinto que minha pele está ficando melhor, sabe? Parece que está mais saudável e macia.

Ou seja, além de todos os benefícios que já falei, ela ainda deixa a pele mais bonita! Ah, esqueci de falar que ela possui filtro solar FPS 15!

A Base Original bareMinerals custou R$109,00 na loja Fragrance do Shopping Anália Franco, mas também tem pra vender na Sephora.

É cara, mas sinceramente acho que valeu cada centavo.

Além de ser um produto de ótima qualidade, vai durar bastante pois um pouquinho de pó já é o suficiente pro rosto inteiro.


Você já conhecia a Base Original bareMinerals?

Me conta nos comentários o que achou!

Beijokas!

NOVO banner produto comprado por mim

5 erros na hora de escolher sua base!

Olá!

Muita gente comete alguns erros na hora de comprar uma base!

E é por esse motivo que esse é um item de maquiagem que as mulheres costumam não usar, justo porque compraram errado e o resultado não ficou como o esperado.

Eu vejo muita mulher por aí dizendo: “ah, não uso base, não gosto do efeito dela no meu rosto”.

Mas gente! A base, como o próprio nome diz, é a BASE da sua maquiagem, ou seja, ela é primordial para uma boa makeup.

Aliás essa é uma dica que todo maquiador dá: uma pele bem feita é o principal fator para uma maquiagem perfeita.

Você pode fazer um olho preto esfumado lindo, um delineado perfeito ou usar um batom vermelho maravilhoso, mas se isso estiver em uma pele mal feita tudo fica feio.

Agora, se sua pele estiver bonita você não precisa se preocupar com mais nada! Uma sombra iluminadora, um rímel e um gloss já serão suficientes! Um exemplo claro é essa make que a Beyoncé usou no tapete vermelho do Grammy 2015:

maquiagem-grammy-2015-beyonce

E se você até agora não gostou de nenhuma base que você usou, significa que você não está sabendo escolher.

Por causa disso eu listei aqui os erros mais comuns na hora de comprar uma base. Para você evitá-los e conseguir comprar a base ideal para o seu rosto. 😉

5 erros na hora de comprar sua base

erros-ao-escolher-base-2

1 – Não escolher a cobertura adequada

Existem basicamente três tipos de coberturas de base: leve, média e total.

Se você comprar uma base de cobertura total e usá-la para ir na feira, talvez essa não seja a mais indicada.

Também não faz sentido usar uma base de cobertura leve para ir em um casamento.

Você precisa escolher uma base com a cobertura adequada para a ocasião que você vai usar.

– Cobertura leve: indicada para quem tem poucas imperfeições no rosto ou para uso no dia a dia, já que oferece um acabamento natural.

– Cobertura média: indicada para quem tem mais manchas e imperfeições e tem necessidade de disfarçá-las, mas com um acabamento mais natural do que a de cobertura total.

– Cobertura total: indicada para quem tem muitas manchas e imperfeições e precisa de uma cobertura total. Por ter essa cobertura costuma ter um acabamento mais pesado, ideal para uso em festas e ocasiões mais formais.

Hoje em dia algumas marcas de maquiagem já oferecem uma base de cobertura total com acabamento leve, mas geralmente são importadas e custam o olho da cara. Um exemplo é a Diorskin Forever e a Teint Miracle da Lancôme.

Para aprender mais sobre cobertura de base, acesse: Bases e suas coberturas

2 – Não escolher a cor certa/não testar no rosto

Outro erro bem comum: escolher a cor errada.

Presta bem atenção: você vai usar a base aonde? No rosto, certo? Então porque diabos testar cor de base na mão ou no braço minha gente???

A mão geralmente tem o tom de pele mais escuro, já que pega mais sol. E a parte de dentro do braço costuma ser mais clara. E nenhuma dessas cores é a cor real do rosto.

Ao testar uma cor de base é importante ir a loja sem maquiagem nenhuma e testar a cor no ROSTO!

A base ideal precisa ser exatamente do tom do seu rosto, por isso ao passar o produto é necessário ter aquela impressão que não passou nada.

– Se ao espalhar ficar uma mancha branca no rosto: PÉÉÉM: Cor errada.

– Se ao espalhar ficar uma mancha escura: PÉÉÉM: Cor errada.

– Caramba, onde foi que eu passei base mesmo? IUPIIII: essa é a cor certa!

Para mais dicas de como escolher sua cor, acesse: Como escolher o tom de base ideal?

3 – Não escolher de acordo com o tipo de pele

Esse é um dos erros mais comuns. Muitas meninas chegam na perfumaria, pedem uma base de cobertura leve/média/alta, testam a cor e levam pra casa.

Aí começam a usar a base e depois de alguns dias: espinhas.

Ou, começam a usar a base e depois de alguns dias: pele ressecada.

Existem bases para todos os tipos de pele: normal, seca e oleosa. E você precisa respeitar isso ao comprar sua base.

– Bases hidratantes: ideais para peles normais e secas.

– Bases oilfree e/ou controladoras de oleosidade: peles mistas e oleosas.

Geralmente isso vem escrito na embalagem. Caso não esteja, pergunte para  a vendedora.

Para conhecer um pouco mais de bases para tipos de pele, acesse: Escolha a base certa para seu tipo de pele

4- Não escolher o acabamento desejado

Esse item é algo um pouco mais pessoal e vai depender realmente do gosto de cada uma.

Geralmente quem tem pele oleosa odeia aquela sensação de pele brilhante, então nesse caso o ideal é escolher uma base com acabamento mate.

E geralmente quem tem pele normal ou seca não gosta do aspecto seco que a base mate costuma deixar, por isso prefere uma base de acabamento lustroso/iluminadora.

Mas isso não é uma regra e pode ser que tenha alguém de pele oleosa que queira acabamento iluminado e vice-versa.

Independente disso, é preciso que a base escolhida tenha o acabamento que você goste.

Se a base tem acabamento mate também vem escrito na embalagem, mas caso não venha é só perguntar pra vendedora ou testar no rosto pra ver se você gosta!

5 – Não testar a base em luzes diferentes

Você foi numa loja super hiper chique de maquiagem que tem uma iluminação mais forte que o sol e testou sua base lá.

Aí quando você chega em casa…a base ficou mais escura ou mais clara que o normal.

Isso acontece frequentemente porque a luz do ambiente pode mudar o resultado final da sua maquiagem e pode te induzir ao erro.

O ideal é que você passe a base, dê uma volta em outros ambientes (se for um shopping por exemplo, dê uma voltinha em outras lojas e também no banheiro que costuma ter uma luz mais fraca) e vá sempre olhando no espelho para ver se o resultado é o que você deseja.

Outra dica é fotografar o seu rosto com seu celular pra ver o resultado da base. Teste com flash e sem flash e veja como ficou!


Seguindo essas dicas eu tenho certeza que vocês não vão mais errar na hora de escolher a base ideal!

Beijokas!