O que é iodoterapia?

Olá!

E hoje temos mais um vídeo da série sobre câncer de tireoide!

No vídeo de hoje eu expliquei o que é iodoterapia e por que ela é utilizada no tratamento do câncer de tireoide!

Expliquei de uma forma bem simples para que todo mundo possa compreender.

O que é iodoterapia? Por que ela é utilizada no câncer de tireoide?

Agora é só dar o play!

Espero que gostem!

Fiquem de olho no canal que no próximo vídeo vou explicar por que é preciso ficar 30 dias sem tomar hormônio antes de fazer a iodoterapia e como que funciona a injeção de Thyrogen!

Os vídeos da série câncer de tireoide são quinzenais! 😉

Beijokas!

Câncer de Tireoide – Cirurgia e Pós Operatório

Olá!

Voltei com mais um vídeo da série especial sobre câncer de tireoide!

No vídeo de hoje falei como é feita a cirurgia da tireoide, o tipo de anestesia utilizada e um pouquinho sobre o pós operatório.

Câncer de tireoide – Cirurgia e Pós Operatório

E assistam até o final, porque tem uma dica especial para diminuir um incômodo causado pela cirurgia nos primeiros dias do pós operatório!

Espero que gostem!

Fiquem de olho no canal que o próximo vídeo da série é sobre iodoterapia! 😉

Beijokas!

Câncer de Tireoide – O Diagnóstico (Vídeo)

Olá!

Finalmente fiz o que vocês tanto me pediram: mais vídeos sobre câncer de tireoide!

Aeeeee!

Muita gente pediu para que eu fizesse mais vídeos sobre o tema, que explicasse melhor como tudo funcionava e depois de mais de 1 ano prometendo, eu cumpri!   \o/

Voltei a gravar vídeos e o primeiro que gravei sobre a tireoide, já que sei que tem muita gente passando por esse momento difícil e está com muito medo da cirurgia, tratamento e tudo mais, né?

Mas não tenham medo! Eu estou aqui pra provar que dá pra passar por tudo isso e que assim como eu, você também será curado!

No vídeo de hoje vou falar um pouco sobre como é feito o diagnóstico do câncer de tireoide, afinal pra falar disso tem que começar pelo começo!

Os vídeos sobre tireoide serão quinzenais e neles eu vou falar de tudo: cirurgia, pós operatório, iodoterapia, hormônios, dieta para iodoterapia e vida pós cirurgia e tratamento.

Então se inscrevam no canal e fiquem de olho nos novos vídeos!

E se você não se interessa pelo assunto, não se preocupe. Eu também vou postar vídeos sobre outros assuntos, ok?

E já adianto que semana que vem vai ter um vídeo completíssimo sobre cronograma capilar! Se inscreve no canaaaaal! 😀

Vamos parar de blá blá blá e ir direto ao vídeo:


Espero que gostem!

E se tiverem sugestões de assuntos que queiram ver em vídeo, por favor comentem!

Beijokas!

Benefícios do Pilates

Olá!

Não sei se vocês sabem, mas além de blogueira eu sou fisioterapeuta e instrutora de Pilates!

E não é puxando sardinha pro meu lado mas, o Pilates é uma das atividades físicas mais prazerosas para se fazer!

Se vocês não gostam muito de academia e estão procurando uma atividade física que vai, além de cuidar do corpo, cuidar também do psicológico, vocês precisam conhecer o Pilates!

No post de hoje vou falar para vocês todos esses benefícios e no final do texto tenho certeza que vocês irão sair da internet direto para um estúdio de Pilates!

Vem conferir comigo!

8 Benefícios do Pilates

beneficios-do-pilates-2

1 – Corrige a postura

Os exercícios do Pilates são realizados seguindo uma série de princípios, entre eles a contração do power house, um conjunto de músculos responsáveis por manter a coluna alinhada e protegida durante toda a sessão de exercícios.

Além disso, os exercícios incluem fortalecimento de músculos específicos responsável pela manutenção da força e do alinhamento de todos os músculos posturais.

Tudo isso é realizado sempre com a supervisão de um profissional habilitado (fisioterapeuta ou educador físico), o que melhora consideravelmente a postura.

2 – Diminui o stress e ansiedade

Praticar Pilates não é apenas a realização de alguns exercícios físicos. Em toda a aula é necessário seguir padrões respiratórios específicos e ter concentração e controle em todos os movimentos.

Conforme o tempo, os alunos adquirem um maior controle do corpo, lidando melhor com as situações de stress e ansiedade.

A respiração especial também ajuda a controlar a ansiedade em momentos de crise.

Os alunos também sempre referem que saem da aula muito mais relaxados.

3 – Ameniza as dores musculares e articulares

A prática do método Pilates aumenta a flexibilidade do corpo e trabalha o fortalecimento muscular, principalmente da parte abdominal e dos músculos da coluna.

Com a prática frequente, as dores crônicas musculares e articulares diminuem muito, muitas vezes chegando até zerar completamente.

Alunos que fazem uso frequente de analgésicos relatam não tomar mais medicamentos para dor após começarem a praticar Pilates.

4 – Melhora a respiração

Como disse anteriormente, na execução dos exercícios é necessário realizar respirações combinadas e com contração de alguns músculos da região abdominal e pélvica (o power house).

Esse método melhora a força e a flexibilidade dos músculos respiratórios, melhorando e até aumentando a capacidade pulmonar.

O aluno vai aprendendo a realizar respirações mais lentas e coordenadas, o que traz benefícios para os pulmões e vias aéreas superiores.

Alunos que sofrem de doenças respiratórias como asma e bronquite melhoram consideravelmente a saúde respiratória após a realização do Pilates

5 – Fortalece a musculatura

O Pilates melhora muito a força muscular, de forma global. Em apenas 1 aula, todos os músculos de membros superiores, inferiores e abdominais são trabalhados de forma intensa, melhorando a força muscular de forma rápida e duradoura.

Além da força, há melhora da resistência e tônus muscular. De quebra, o corpo fica bem modelado. 😉

O fortalecimento muscular ajuda também a formação de massa óssea, sendo ótimo para prevenir a osteoporose. Se o aluno já possui a doença, o Pilates ajuda a prevenir possíveis fraturas osteoporóticas.

6 – Melhora a coordenação motora

Alguns exercícios no pilates são feitos de forma concomitante a outras atividades, o que melhora a coordenação motora, equilíbrio e consciência corporal.

7 – Aumenta a flexibilidade

Além de aumentar a força, o método Pilates aumenta a flexibilidade, deixando os músculos alongados e as articulações mais flexíveis.

Isso melhora a postura, previne novas alterações posturais e previne algumas doenças musculoesqueléticas como hérnia de disco, artrose, artrite, desgastes articulares, luxações e etc.

8 – Melhora a qualidade de vida

Além de todos os benefícios citados, o Pilates ainda ajuda a :

  • Reduzir a fadiga muscular
  • Estimular o sistema circulatório
  • Melhorar a circulação linfática
  • Promover relaxamento e equilíbrio mental
  • Elevar a autoestima

Todos esses benefícios trazem um bem estar completo, o que melhora e muito a qualidade física de quem pratica a atividade.


Tenho certeza que muitos de vocês não conheciam nem metade desses benefícios, né?

Então se vocês querem praticar uma atividade física completa, que vai trazer benefícios físicos e mentais, corram para um estúdio de Pilates e comecem a praticar já!

Depois voltem aqui pra me contar o que estão achando! 😉

Beijokas!

Cuidados especiais para pessoas sem tireoide

Olá!

Acho que tooooodos vocês já sabem que eu sou destireoidada, né? Hahaha!

Tive que retirar toda a tireoide ano passado por causa de um câncer, todos os detalhes sobre a cirurgia e tratamento você encontra nesses posts.

Depois que a gente retira a tireoide é preciso tomar alguns cuidados (simples!) para manter a nossa saúde em dia.

Vou dividir todos esses cuidados com vocês no post de hoje! 😉

Cuidados especiais para pessoas sem tireoide

pessoas-sem-tireoide-cuidados

1 – Fazer reposição hormonal

A reposição hormonal é obrigatória em casos de tireoidectomia, seja ela total ou parcial. Isso porque a tireoide é responsável pela fabricação dos hormônios T3 e T4, e quando não temos mais tireoide os níveis de hormônios podem zerar, trazendo uma série de sintomas desconfortáveis.

Então você vai precisar tomar o hormônio todos os dias, pro resto da sua vida.

Vá regularmente ao seu médico para que exames sejam feitos a fim de encontrar a dose hormonal correta para você.

E para tomar o hormônio é preciso seguir algumas dicas:

  • Tome SEMPRE a dose indicada pelo seu médico
  • Tome todos os dias em jejum
  • Depois que tomar o hormônio aguarde no mínimo meia hora para se alimentar. O ideal é aguardar 1 hora, mas se você não puder, 30 minutos já serão suficientes.
  • Tome sempre com um gole de água
  • Não tome outros medicamentos juntos. Tome apenas o hormônio e deixe para tomar outro remédio em média 4 horas após.
  • Não esqueça de tomar seu hormônio. Nunca. Esquecer de tomar pode fazer você ter vários sintomas de hipotireoidismo e aumentar o nível de TSH, que em grandes quantidades pode facilitar uma possível volta do câncer.

2 – Realizar alguma atividade física

O metabolismo de uma pessoa sem tireoide pode ser um pouco mais lento, mas isso depende muito de pessoa para pessoa.

Independente do seu metabolismo é importantíssimo que você pratique alguma atividade física, seja ela qual for.

Isso faz com que o seu metabolismo fique mais acelerado, contribuindo para a manutenção da sua saúde.

E claro, a atividade física vai fazer bem não só para a saúde hormonal, mas faz bem para o corpo como um todo.

3 – Se alimentar corretamente

Uma alimentação correta e equilibrada é importante para todas as pessoas. Mas quem passou pela tireoidectomia deve se atentar um pouco mais e tentar ao máximo manter uma dieta saudável.

Isso é importante para ajudar na manutenção de peso, da sua saúde e também para manter os níveis de cálcio na corrente sanguínea, já que em alguns casos além da glândula tireoide, a glândula paratireoide (responsável por manter o nível de cálcio no sangue) também é retirada.

Em outros casos, a glândula paratireoide não é retirada mas pode sofrer alguma alteração durante a cirurgia, por isso é importante o acompanhamento médico regularmente.

Para evitar qualquer problema, o ideal é sempre ter uma dieta saudável e equilibrada, até mesmo para evitar possíveis doenças causadas pela má alimentação.

4 – Manter os cuidados com a cicatriz

A cicatriz da cirurgia fica na região do pescoço, que é uma área sujeita a excesso de raios solares, o que pode causar manchas deixando a cicatriz bem aparente.

Então é preciso tomar cuidado com a exposição solar, usando um protetor solar no mínimo FPS30 na região da cicatriz.

Se você for para algum lugar como uma praia ou piscina em que a exposição solar é intensa, proteja sua cicatriz com um band-aid.

Tome esses cuidados por aproximadamente 1 ano, que é o tempo total da cicatrização. Depois disso é importante continuar protegendo, mas os cuidados não são mais tão intensos como no primeiro ano.

5 – Visitar seu médico regularmente

Algumas pessoas que fizeram tireoidectomia fazem acompanhamento com endocrinologista, outros com cirurgião de cabeça e pescoço e outras pessoas acompanham até com os dois juntos.

Independente de qual médico você acompanhe, é importante que você o visite regularmente, respeitando o intervalo solicitado por ele.

Eu estou indo no meu cirurgião a cada 2 meses, pelo menos nesse primeiro ano pós tireoidectomia. Agora que meus hormônios estão bem controlados, provavelmente esse intervalo fique mais espaçado.

E lembre-se: um paciente de câncer só sai totalmente de alta 5 anos após a cirurgia/tratamento. Por isso é importante visitar seu médico sempre que solicitado para acompanhar o andamento da sua recuperação.

Não deixe de visitar seu médico. Nunca!


Tem mais alguém destireoidado aí?

Me conta, como está a sua vida sem tireoide? Eu já contei como a minha vida está aqui nesse post!

Beijokas!

8 Dicas para evitar a enxaqueca

Olá!

Eu infelizmente sofro com essa maldita dor de cabeça, a tão famosa e odiada enxaqueca!

Quem tem enxaqueca sabe que é muito difícil se curar totalmente dela, mas existem algumas dicas que a gente pode seguir para evitar que a dor apareça!

Quer saber quais são essas dicas? É só acompanhar o post!

8 Dicas para evitar a enxaqueca

evitar-a-enxaqueca-2

1 – Dormir bem

Uma noite mal dormida é um dos problemas que podem desencadear a enxaqueca.

Por isso é importante que você tenha uma noite de sono tranquila e durma pelo menos 8 horas por dia.

2 – Não passar fome

Fome é outro problema que pode desencadear a enxaqueca. Ficar sem comer pode ser muito prejudicial ao seu corpo e te causar uma forte dor de cabeça.

Alimente-se em intervalos de no máximo 4 horas e sempre que sentir fome, coma imediatamente.

Leve sempre um lanchinho na sua bolsa para que você coma logo que der a fome, assim você não ficará com dor de cabeça.

3 – Tomar cuidado com certos alimentos

Alguns alimentos podem desencadear uma enxaqueca, geralmente pelo alto teor de sódio ou produtos químicos.

Por isso é importante que você evite alimentos como: produtos industrializados (salgadinhos, miojo, comidas congeladas), embutidos (salsicha, linguiça, mortadela, presunto), laticínios (leites, queijos e iogurtes), alimentos muito doces, chocolates, refrigerantes e café.

Mas calma não precisa cortar TUDO isso da sua alimentação. Nenhum deles fazem bem a saúde, mas comer de vez em quando não é um problema.

Você precisa descobrir quais alimentos desencadeiam enxaqueca em você. Cada pessoa é diferente e o que faz mal para uma pessoa pode não fazer para outra. E isso você vai descobrindo com o tempo.

Comeu chocolate e ficou com dor logo após comer? Talvez esse seja um gatilho pra sua enxaqueca. Perceba isso no seu dia a dia e vá anotando os alimentos que desencadeiam a dor para evitá-los no futuro.

4 – Evite a exposição solar

As altas temperaturas e o sol podem ajudar a desencadear uma crise de enxaqueca. Por isso é importante que você tome certos cuidados no verão.

Evite se expor ao sol nos horários mais quentes, entre as 10h e 16h. Quando estiver na praia ou piscina procure ficar sempre debaixo do guarda-sol.

5 – Evite o stress

Sabemos que o stress é algo que nem sempre dá para evitar, né?

As situações que passamos no dia a dia, em casa e no trabalho as vezes podem fazer com que fiquemos estressados e isso é um dos fatores que mais desencadeiam a dor de cabeça.

Porém certas coisas podem ser evitadas. Por exemplo, se você se estressa em lugares lotados, evite ir à esses locais ou vá em dias que você sabe que são mais vazios.

Eu por exemplo não gosto de ir em shoppings aos fins de semana pois acho que são muito lotados, então sempre que preciso comprar algo eu prefiro ir no comecinho da semana e de preferência no horário da tarde.

Tente fazer isso com coisas do dia a dia que podem ser evitados!

6 – Não fume

O cigarro, além de trazer uma série de problemas de saúde, também é um dos hábitos que mais desencadeiam dores de cabeça e enxaquecas.

Então evite ao máximo o uso de cigarros (e narguilés também!) para a saúde da sua cabeça e do seu corpo todo!

7 – Não consuma álcool em excesso

O álcool pode ser um problema para quem já sofre com crises de enxaqueca. Mas, se tomado moderadamente, não faz mal algum.

Beber socialmente com os amigos no fim de semana não trará nenhum problema, porém, se o álcool for consumido em excesso, isso pode desencadear uma grande crise de enxaqueca.

Beba sempre com moderação!

8 – Pratique atividades físicas

A atividade física ainda é a melhor forma de prevenir todo e qualquer problema de saúde, inclusive a enxaqueca.

Procure uma atividade física que você goste e comece a mexer esse corpinho já!


E aí, vocês tem outras dicas que podem evitar a temida enxaqueca?

Dividam com a gente nos comentários do blog! 😉

Beijokas!