Depilação Definitiva: Laser X Fotodepilação

Olá!

Existem muitas pessoas que recorrem à depilação definitiva por não gostar dos pelos do corpo e ter problemas na hora de tentar retirá-los.

Cera dói, lâmina dá alergia, pinça demora demais pra retirar se for em uma região com bastante pelos…enfim, cada um tem um motivo para procurar uma definição definitiva.

Atualmente no mercado existem dois métodos: Laser e Fotodepilação. São métodos diferentes e no post de hoje eu vou explicar as diferenças entre os dois! 😉

Antes de começar, quero explicar que por mais que por mais que a gente use o termo definitiva, na verdade os dois métodos são considerados semi-definitivos, pois muitas vezes o pelo pode voltar a crescer depois de alguns anos, seno necessário uma manutenção.

Depilação a laser

depilação-definitiva-laser

Método amplamente utilizado e que geralmente traz resultados rápidos e duradouros.

A luz do raio laser é reta e precisa, penetrando nas partes mais internas da pele e atingindo especificamente as células germinativas da raiz do pelo.

Isso faz com que o pelo dessa região caia e não cresça novamente.

Os resultados já são visíveis desde a primeira sessão e o número de sessões varia com o tipo de pele, mas em geral 5 sessões são suficientes para uma retirada completa de todos os pelos da região tratada.

Na depilação a laser 80% a 90% dos pelos são retirados totalmente e na maioria das vezes eles nem voltam a crescer mais.

Em alguns casos, após alguns anos alguns pelos podem voltar a crescer e talvez seja necessário uma sessão de manutenção. Mas isso dificilmente ocorre antes dos 5 anos, por isso o laser pode ser considerado mais eficaz e duradouro na remoção dos pelos.

Prós

  • Os resultados aparecem com menos sessões
  • Elimina de 80% a 90% dos pelos rapidamente
  • É mais duradoura, na maioria das vezes praticamente definitiva

Contras

  • Dói bastante. Muitas pessoas desistem das sessões por não aguentarem a dor
  • Não funciona em fios loiros, ruivos ou grisalhos
  • É bem mais caro. Uma única sessão varia entre R$200,00 à R$500,00, dependendo da área escolhida (quanto maior, como pernas, mais caro).
  • Não pode ser utilizado em peles negras e bronzeadas

OBS: A depilação a laser ou fotodepilação age trabalhando através da melanina do pelo. Isso significa que quanto mais clara a pele e mais escuro for o pelo, melhores serão os resultados, pois quanto mais melanina tiver apenas no pelo, mais ele será atingido.
Porém, pessoas bronzeadas e com pele negra tem melanina não só no pelo, mas também na pele. O uso do laser ou luz pulsada nesses casos pode queimar seriamente a pele, pois tudo será atingido. Por isso os dois métodos não são indicados para peles bronzeadas ou negras.
Entretanto, alguns dermatologistas trabalham com o laser de diodo, que se utilizado de forma correta por um profissional qualificado (no caso, o médico), pode ser utilizado em peles morenas escuras e negras.
Se você for morena mais escura ou negra, procure um dermatologista! 😉

Fotodepilação

depilação-definitiva-fotodepilacao

A fotodepilação utiliza o método de  luz pulsada e é uma forma de depilação mais nova e menos agressiva que o laser.

Enquanto o laser trabalha de forma mais localizada e intensa em um único pelo, a luz pulsada age em uma área mais difusa, menos intensa, por isso acaba sendo menos eficaz.

Como a luz pulsada trabalha com menos intensidade, o risco de queimaduras diminui podendo ser utilizado em várias tonalidades de pele, das mais claras até as mais escuras. Mas ainda está contra indicado em casos de peles muito escuras e negras, como falei na observação acima.

Na fotodepilação 70% a 80% dos pelos são retirados, mas são necessárias mais sessões para conseguir um resultado satisfatório.

Segundo a dermatologista Roberta Bibas nesse post do site Delas, 5 sessões de laser são equivalentes a 12 sessões de fotodepilação.

E a duração da depilação também é menor na luz pulsada. No laser, se precisar de manutenção, essa geralmente é feita no mínimo após 5 anos. Já na fotodepilação a manutenção acontece após 1 ano.

Prós

  • Elimina de 70% a 80% dos pelos
  • A dor é bem menos intensa. Algumas pessoas chegam a relatar que é praticamente indolor
  • A sessão é barata, custando em média R$70,00 independente da área escolhida
  • Tem excelentes resultados em pessoas de pele clara e pelo escuro

Contras

  • É preciso um número maior de sessões para conseguir melhores resultados
  • Dura menos, sendo necessário realizar manutenção em menos tempo
  • Não funciona em fios loiros, ruivos ou grisalhos
  • Não pode ser utilizado em pele negra

Importante lembrar:

Assim como o cabelo, cada pele é uma sentença e pode responder de formas diferentes aos tratamentos de depilação definitiva.

Algumas amigas fizeram laser e odiaram. Outras fizeram e gostaram. Assim como tenho amigas que amam a fotodepilação e outras odeiam.

O ideal mesmo é conversar com pessoas que já fizeram e profissionais da área para escolher o melhor método!

Experiência pessoal

Eu estou fazendo depilação a laser nas axilas e vou começar a fazer fotodepilação na região da virilha.

Depois de alguns meses vou fazer um post contando minhas experiências e o resultado dos métodos na minha pele (só texto, sem fotos, claro, hahaha).

Estou fazendo o laser na Espaço Laser e a fotodepilação na Não Mais Pelo e a fotodepilação na D’pil. Explico abaixo:

PS: Fui até uma unidade da Não Mais Pelo fazer uma avaliação e as funcionárias me disseram que eu não podia fazer fotodepilação pois tive câncer de tireoide… oi?
Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Eu já estou curada do câncer, não estou mais em tratamento e minha sessão de iodoterapia foi feita a um ano atrás! Não existe contra indicação para fotodepilação em uma pessoa que NÃO está mais em tratamento. Tanto que estou fazendo depilação a laser, que é bem mais agressiva, e no dia da avaliação na Espaço Laser nós conversamos sobre minhas doenças anteriores. E eu pude fazer o laser normalmente.
Fiquei bem decepcionada…não por não ter feito, mas por saber que na Não Mais Pelo existem profissionais desatualizados e despreparados.
Fui então até uma unidade da D’pil, outra franquia de fotodepilação. Fui super bem atendida e lá eles me explicaram o que eu já sabia: não se pode fazer a sessão caso você esteja em tratamento. Como já terminei meu tratamento há um ano, pude fazer normalmente. Fiz uma sessão e já adianto que adorei, tanto pelo procedimento como pelo atendimento.
Então para concluir: Recomendo fortemente a D’pil, e contra indico totalmente a Não Mais Pelo.

Não estou sendo paga por nenhuma das duas (bem que eu queria, hahaha), fazendo tudo por minha conta mesmo.

Em breve contarei os resultados pra vocês! 😉


Quem aí já fez algum tratamento de depilação definitiva?

Me conta nos comentários a sua experiência! 😉

Beijokas!

Comentários

comentários

Você também vai gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *