Cuidados especiais para pessoas sem tireoide

Olá!

Acho que tooooodos vocês já sabem que eu sou destireoidada, né? Hahaha!

Tive que retirar toda a tireoide ano passado por causa de um câncer, todos os detalhes sobre a cirurgia e tratamento você encontra nesses posts.

Depois que a gente retira a tireoide é preciso tomar alguns cuidados (simples!) para manter a nossa saúde em dia.

Vou dividir todos esses cuidados com vocês no post de hoje! 😉

Cuidados especiais para pessoas sem tireoide

pessoas-sem-tireoide-cuidados

1 – Fazer reposição hormonal

A reposição hormonal é obrigatória em casos de tireoidectomia, seja ela total ou parcial. Isso porque a tireoide é responsável pela fabricação dos hormônios T3 e T4, e quando não temos mais tireoide os níveis de hormônios podem zerar, trazendo uma série de sintomas desconfortáveis.

Então você vai precisar tomar o hormônio todos os dias, pro resto da sua vida.

Vá regularmente ao seu médico para que exames sejam feitos a fim de encontrar a dose hormonal correta para você.

E para tomar o hormônio é preciso seguir algumas dicas:

  • Tome SEMPRE a dose indicada pelo seu médico
  • Tome todos os dias em jejum
  • Depois que tomar o hormônio aguarde no mínimo meia hora para se alimentar. O ideal é aguardar 1 hora, mas se você não puder, 30 minutos já serão suficientes.
  • Tome sempre com um gole de água
  • Não tome outros medicamentos juntos. Tome apenas o hormônio e deixe para tomar outro remédio em média 4 horas após.
  • Não esqueça de tomar seu hormônio. Nunca. Esquecer de tomar pode fazer você ter vários sintomas de hipotireoidismo e aumentar o nível de TSH, que em grandes quantidades pode facilitar uma possível volta do câncer.

2 – Realizar alguma atividade física

O metabolismo de uma pessoa sem tireoide pode ser um pouco mais lento, mas isso depende muito de pessoa para pessoa.

Independente do seu metabolismo é importantíssimo que você pratique alguma atividade física, seja ela qual for.

Isso faz com que o seu metabolismo fique mais acelerado, contribuindo para a manutenção da sua saúde.

E claro, a atividade física vai fazer bem não só para a saúde hormonal, mas faz bem para o corpo como um todo.

3 – Se alimentar corretamente

Uma alimentação correta e equilibrada é importante para todas as pessoas. Mas quem passou pela tireoidectomia deve se atentar um pouco mais e tentar ao máximo manter uma dieta saudável.

Isso é importante para ajudar na manutenção de peso, da sua saúde e também para manter os níveis de cálcio na corrente sanguínea, já que em alguns casos além da glândula tireoide, a glândula paratireoide (responsável por manter o nível de cálcio no sangue) também é retirada.

Em outros casos, a glândula paratireoide não é retirada mas pode sofrer alguma alteração durante a cirurgia, por isso é importante o acompanhamento médico regularmente.

Para evitar qualquer problema, o ideal é sempre ter uma dieta saudável e equilibrada, até mesmo para evitar possíveis doenças causadas pela má alimentação.

4 – Manter os cuidados com a cicatriz

A cicatriz da cirurgia fica na região do pescoço, que é uma área sujeita a excesso de raios solares, o que pode causar manchas deixando a cicatriz bem aparente.

Então é preciso tomar cuidado com a exposição solar, usando um protetor solar no mínimo FPS30 na região da cicatriz.

Se você for para algum lugar como uma praia ou piscina em que a exposição solar é intensa, proteja sua cicatriz com um band-aid.

Tome esses cuidados por aproximadamente 1 ano, que é o tempo total da cicatrização. Depois disso é importante continuar protegendo, mas os cuidados não são mais tão intensos como no primeiro ano.

5 – Visitar seu médico regularmente

Algumas pessoas que fizeram tireoidectomia fazem acompanhamento com endocrinologista, outros com cirurgião de cabeça e pescoço e outras pessoas acompanham até com os dois juntos.

Independente de qual médico você acompanhe, é importante que você o visite regularmente, respeitando o intervalo solicitado por ele.

Eu estou indo no meu cirurgião a cada 2 meses, pelo menos nesse primeiro ano pós tireoidectomia. Agora que meus hormônios estão bem controlados, provavelmente esse intervalo fique mais espaçado.

E lembre-se: um paciente de câncer só sai totalmente de alta 5 anos após a cirurgia/tratamento. Por isso é importante visitar seu médico sempre que solicitado para acompanhar o andamento da sua recuperação.

Não deixe de visitar seu médico. Nunca!


Tem mais alguém destireoidado aí?

Me conta, como está a sua vida sem tireoide? Eu já contei como a minha vida está aqui nesse post!

Beijokas!

Comentários

comentários

  • Bruna (09/11/2016)

    Amei o blog, já li tanta besteira na internet que me desanimaram. Mas vc não sabe o vem que nos fez, dividindo suas experiências e ver que você venceu nos dá força para não desisti! Deus abençoe sua vida grandemente!

    • Manu Alves (14/11/2016)

      Eu li muita besteira também, Bruna, justo por isso quis mostrar que as coisas não são ruins como parecem!
      Amém! Deus abençoe você também!
      Beijokas!

  • Guilherme (09/12/2016)

    Que bom te ler aqui. Hj eu entrei para o time é ainda estou bem perdido e com dúvidas.
    Obrigado por divulgar o seu caso.

    • Manu Alves (12/12/2016)

      Que bom que gostou, Guilherme!
      Aqui no blog e também no canal do Youtube tem uma série de posts e vídeos sobre o tema. 😉
      Beijokas!

  • Renata Barbosa (12/03/2017)

    Oie. Gostei das dicas. Sabe fi a cirurgia em julho. Ja estou numa boa caminhada. Atualmentr estou tomando puran 150mg. Ai estou com hipo. Daqui 2 semanas retornarei a minha endocrino. Porém esta semana… estou com uma canseira parecida com aquela q a gente teve na época da iododterapia. Um cansaço mental… um esgotamento. Sigo todos os passos q vc mencionou. Mas queria saber se após a busca pela regulação do hormonio vc sentiu isso. Chegaram a me falar q nós nunca mais seremos as mesmas. Nunca teremos a disposiçao de antes… ai queria um parecer seu..

    • Manu Alves (15/03/2017)

      Olá Renata!
      Não, depois que encontrei a dose não tive mais problemas. E atualmente tenho minha vida exatamente igual a de antes, não mudou nada!
      Beijokas!

  • Bruna (29/03/2017)

    Boa tarde,

    Adorei o blog, estou fazendo exames para saber qual é a procedência dos nódulos, qual foram as características dos seus?

    Obrigada,

    • Manu Alves (30/03/2017)

      Não vou lembrar de todos os detalhes, Bruna, mas era do tipo paplífero. 😉
      Beijokas!

  • Maria Bernardina Cunha Lau (23/05/2017)

    Meu esposo fez a cirurgia .Mas faz reposição hormonal somente com o Puran. ( 175)
    Voce acha necessário a reposicão do T3 também ?

    • Manu Alves (25/05/2017)

      Não precisa, a reposição hormonal só se faz do T4 mesmo.
      Beijokas!

  • Fátima (05/11/2017)

    Vou fazer á tiroidectomia total tenho um nódulo cancerígeno vou operar dia 10 de novembro estou com muito medo

    • Manu Alves (06/11/2017)

      Não tem porque tem medo, aqui no blog tem vários posts sobre o assunto! 😉
      Beijokas!

      • Fátima (21/11/2017)

        Oi Manu ainda não consegui operar vou ter que marca denovo á cirurgia antes meu nódulo estava muito inchado mais mais agora quase não vejo vc tinha algum cintomas e quais era e os meus exames estão todos normal aquando resposta beijos

        • Manu Alves (22/11/2017)

          Eu nunca tive nenhum sintoma, descobri a doença em exame de rotina.
          Beijokas!

Comenta, vai!

Your email address will not be published.

Acho que você também vai gostar

Here you can find the related articles with the post you have recently read.