Cauterização tonalizante

Olá!

Uns tempos atrás eu fiz uma espécie de “cauterização tonalizante” no meu cabelo e adorei o resultado, pois além de reconstruir os fios eu consegui realçar a cor do meu cabelo e ainda por cima fazer com que essa cor conseguida pelo tonalizante demorasse mais para desbotar.

Hoje no blog vou dar a receitinha desse tratamento para que vocês possam fazer em casa também!

Cauterização tonalizante

cauterização-tonalizante-2

A receita é bem simples, como se fosse uma cauterização comum, com o diferencial de ter um tonalizante junto que vai ajudar a realçar a cor do cabelo.

O fato de conter queratina na fórmula, que ajuda a reconstruir o cabelo e ainda sela o fio, fixou e selou também o pigmento do tonalizante fazendo com que a cor durasse bem mais!

Se o seu cabelo está desbotando bastante, vale a pena fazer a cauterização tonalizante que ela vai ajudar a segurar a cor do tonalizante por um pouco mais de tempo!

Vem comigo aprender a fazer! 😉

Você vai precisar de:
  • Shampoo anti-resíduos

Vamos utilizar um anti-resíduos para deixar os fios bem limpos e com as cutículas abertas para melhor penetração dos produtos.

  • Máscara de nutrição – 3 colheres de sopa

Máscaras de nutrição são aquelas feitas a base algum óleo, como óleo de argan, macadâmia, abacate e etc.

Preferi usar uma de nutrição para que pudesse oferecer um ativo a mais para o tratamento, já que eu acredito que cabelos tingidos precisam de uma nutrição extra para os fios.

  • Queratina líquida ou gel – 1 colher de sopa

A queratina líquida vai entrar nessa mistura pois é ela quem vai fazer a reconstrução do fio de cabelo.

Eu até poderia ter usado diretamente uma máscara reconstrutora, mas resolvi fazer com máscara de nutrição e queratina para não deixar o cabelo muito rígido, já que iremos usar queratina novamente para cauterizar o fio.

  • Tonalizante vegetal da cor do seu cabelo (Color Intense do CKamura, Keraton da Kert, Splendore da Avora, etc…) – 3 colheres de sopa

Tonalizantes vegetais nada mais são do que esses “banhos de brilho” que vemos na perfumaria.

Eu escolhi esse tipo tonalizante pois além de tonalizar, ele trata e deixa o cabelo hidratado.

Escolha a cor de acordo com o tom natural ou tingido do seu cabelo. Pode ser preto, castanho, acaju, cobre, etc. Para as loiras, escolha a cor de acordo com o tom de loiro que você gosta ou aproveite para desamarelar o loiro utilizando alguns desses tonalizantes acinzentados, como o Keraton Prata.

  • Touca plástica ou de alumínio

Vai deixar o cabelo abafado e com uma temperatura mais quente, para ajudar na penetração dos ativos no fio do cabelo.

OBS: Não use toucas elétricas, pois se mal utilizadas podem causar danos aos fios. Deixe esse tipo de touca para usar apenas com a supervisão de um cabeleireiro.

  • Hidratante sem enxágue da sua preferência

Escolha o hidratante sem enxágue que você usa de costume. Pode ser em creme, spray, BB Cream para cabelos… o que você achar melhor.

Gosto de usar um hidratante sem enxágue antes da queratina para ajudar ainda mais na hidratação do fio.

  • Queratina líquida ou gel com proteção térmica

Essa queratina precisa ter proteção térmica, pois logo em seguida você precisará secar e passar a chapinha e seu cabelo precisa estar protegido.

Você pode até utilizar uma comum, desde que seu hidratante sem enxágue (do passo anterior) tenha proteção térmica também.

Mas eu sinceramente recomendo que compre uma com proteção térmica pois acho que o resultado é melhor.

OBS: Você pode utilizar essa mesma queratina para misturar com o creme. Não precisa ser duas diferentes, ok? Só utilizei produtos diferentes pois eu já tinha as duas aqui.

  • Secador e chapinha
Como fazer:

1 – Misture o creme de nutrição com o tonalizante e a queratina até que todos os produtos estejam bem incorporados.
OBS: A quantidade de produto que sugeri no post dá pra um cabelo longo, mais ou menos na altura do sutiã. Você pode aumentar ou diminuir a quantidade de acordo com o tamanho do seu cabelo.

2 – Lave seu cabelo com shampoo anti-resíduos;

3 – Retire todo o excesso de água com uma toalha;

4 – Passe a mistura de creme+tonalizante+queratina em todo o cabelo, mecha por mecha. Recomendo o uso de um pincel, mas se preferir pode passar diretamente com a mão mesmo;

5 – Faça um coque e coloque a touca plástica ou de alumínio;

6 – Aguarde 30 minutos;

7 – Enxágue o cabelo e retire completamente todo o creme;

8 – Retire o excesso de água com uma toalha e aplique o hidratante sem enxágue;

9 – Passe a queratina em todo o cabelo, mecha por mecha e logo em seguida penteie para distribuir melhor o produto por todos os fios. Se for utilizar a queratina líquida, sugiro que use um borrifador pois facilita o trabalho;

10 – Seque todo o seu cabelo com um secador;

11 – Separe o cabelo em mechas finas e passe a chapinha da raiz até as pontas em cada mecha, de 6 a 8 vezes.

12 – Aguarde 48 horas antes de lavar novamente.


Dá um pouquinho de trabalho, mas o resultado é fantástico!

O cabelo fica mais forte, com a cor realçada, pontinhas reparadas e com muito brilho!

E percebi que fazendo dessa forma o tonalizante demora um pouco mais para desbotar!

No meu caso um tonalizante dura umas 2 ou 3 lavagens no máximo. Fazendo dessa forma do post a cor ficou bonita por 5 lavagens.

Só peço que tomem cuidado pois essa cauterização é uma reconstrução e NÃO pode ser feita toda semana.

Em cabelos danificados pode ser feito a cada 15 dias, em outros casos sugiro fazer apenas 1 vez por mês, que é o que eu faço.

Se você quer tonalizar com uma maior frequência, sugiro utilizar só o tonalizante e creme, sem queratina. 🙂

Lista dos produtos que utilizei para a cauterização tonalizante:


É isso!

Espero que vocês gostem dessa dica, e se fizerem em casa venham me dizer se gostaram, combinado?

Beijokas!

Comentários

comentários

Você também vai gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *